Vinhos produzidos no Vale do São Francisco são atrações em feira internacional

Enoturismo no Vale do do São Francisco - Fazenda Ouro Verde. Foto: Gabriel Carvalho/Setur

Os vinhos produzidos na região do Vale do São Francisco, principalmente no município de Casa Nova, no Norte da Bahia, são alguns dos destaques da Expovinis, feira que está sendo realizada até esta quinta-feira (25), em São Paulo. Durante o evento, 419 expositores vão apresentar cerca de 5.000 rótulos entre vinhos tinto, branco, rosé e espumante.

Além das bebidas produzidas na Bahia e em Pernambuco, a mostra reúne vinícolas de estados brasileiros como o Rio Grande do Sul e países como Chile, Argentina, França, Itália, Portugal e Grécia. Grandes importadoras também terão estandes no evento, assim como empresas especializadas na venda de acessórios, como adegas e taças.

No Vale do São Francisco, somente a vinícola situada na cidade baiana de Casa Nova realiza uma produção anual de 3 milhões de litros de vinho (brancos e tintos, suaves e secos), brandies e espumantes. Este potencial levou os empresários do setor a apostarem em outro tipo de negócio: o turismo. Lançada como primeiro destino de enoturismo do Nordeste do país, em 2009, a Fazenda Ouro Verde, em Casa Nova, já festeja a sua primeira colheita. A média anual de pessoas que visitam as instalações da vinícola Miolo saiu literalmente do zero para uma média mensal de 1,5 mil turistas.

Entre os visitantes, gente de Salvador, Recife, Fortaleza, João Pessoa, Campina Grande e mesmo os moradores do Sudeste, além de franceses e italianos, que apreciam um bom vinho.

Além de boas bebidas, quem visita a região pode apreciar um passeio a bordo do Vapor do Vinho, embarcação típica que percorre alguns trechos do Rio São Francisco e do Lago de Sobradinho, finalizando a viagem na Fazenda Ouro Verde, onde está situada a vinícola Miolo. Lá, os turistas podem adquirir bonés, camisetas, hidratantes feitos à base de uva, baldes de gelo e até embalagens mais sofisticadas.

Entre os produtos mais vendidos estão os proseccos e os espumantes de moscatel (esses são mais doces). Os gastos de cada turista variam de R$ 70 a R$ 700. Para mais informações sobre a Vinícola acesse http://www.miolo.com.br/vinhos/fazenda_ouro_verde/ .

Deixe seu comentário

Redes Sociais


3ª Avenida, Nº 390, 2º andar Plataforma 4 - Ala Norte Centro Administrativo da Bahia - CAB. CEP: 41.745-005 (ver mapa) | Tel: +55 71 3115-6091