Turistas chegam para assistir a jogos de futebol olímpico em Salvador

O turista alemão Steffen Schmidt, 21 anos, recebeu a bênção e a fitinha do Senhor do Bonfim de baianas vestidas tipicamente  Foto: Camila Souza/GOVBA

O turista alemão Steffen Schmidt, 21 anos, recebeu a fitinha do Bonfim  Foto: Camila Souza/GOVBA

Até o dia 15 de agosto, a Bahia vai sediar dez partidas de futebol olímpico. Para receber os turistas atraídos pelos jogos, a Bahiatursa preparou um receptivo diferenciado no aeroporto e na rodoviária de Salvador, além de uma programação que inclui tour de ônibus pelos pontos históricos. Na disputa masculina, jogam na capital baiana as seleções do Brasil, Dinamarca, Suécia, Japão, Fiji, Coreia do Sul, México, Alemanha. As seleções femininas são da Austrália, Zimbábue, Nova Zelândia e França.

Logo após desembarcar no aeroporto, o turista alemão Steffen Schmidt, 21 anos, recebeu a bênção e a fitinha do Senhor do Bonfim de baianas vestidas tipicamente. Ele veio à Bahia para assistir à disputa entre Alemanha e México nesta quinta-feira (4). Nos três dias na capital, ele diz que deseja conhecer museus, arquitetura e a cultura – especialmente o forró -, coisas das quais já ouviu falar bem.

Com sombreiro e tudo, o torcedor adversário Julio Arturo Jimenez, 38, vai permanecer na cidade um pouco mais. O mexicano fica seis dias em Salvador e assiste também à partida contra Fiji. O turista elogiou o atendimento no posto da Bahiatursa, onde obteve informações importantes. “O tico [o rapaz] me atendeu muito bem, passou informações sobre hospedagem e pontos turísticos, e me entregou um mapa. Fui muito bem atendido”.

Segundo o superintendente Diogo Medrado, a Bahiatursa mantém a tradição de fazer receptivo no aeroporto e na rodoviária, nas ocasiões de grandes acontecimentos que movimentam a cidade, como o Carnaval e São João. “Na Copa do Mundo de 2014, fizemos a maior festa para os turistas e agora, nos Jogos Olímpicos, não será diferente. É uma forma de movimentar a cadeia turística e proporcionar aos visitantes um bom serviço no sentido de motivá-los a retornar à Bahia, trazendo os amigos e parentes”.

A coordenadora de Informações Turísticas e Equipamentos, Tatiana Harfush, explica como funciona o receptivo. “Nós estamos com trabalhos especiais no aeroporto e na rodoviária, um dia antes dos jogos e também nos dias das partidas. Temos dez dias de receptivo e o Salvador Bus, que está buscando os turistas nos hotéis e levando até a Praça da Sé. Esse trabalho fideliza o turista, que leva e faz nossa propaganda boca a boca. Ele conta essa alegria e receptividade do povo baiano para os amigos, e atrai outros visitantes”.

Com informações da Secom   Repórter: Raul Rodrigues

Deixe seu comentário

Última do Twitter

Palácio Rio Branco - Praça Thomé de Souza, S/N, Centro. CEP: 40.020-000 (ver mapa) | Tel: 55 71 3116-6814/6863