Turismo Étnico-afro: Bahia ganha novo site e prepara ações de qualificação e sustentabilidade

 

Leonelli: "Estado pioneiro em trabalhar potencial étnico-afro para o turismo Foto: Rita Barreto/ Divulgação

Domingos Leonelli: “Estado pioneiro em trabalhar potencial étnico-afro para turismo Foto: Rita Barreto/ Bahiatursa

Para fortalecer as ações voltadas ao turismo étnico-afro e divulgar os potenciais do segmento, a Secretaria do Turismo do Estado da Bahia lançou, nesta quarta-feira (18), o site Turismo Étnico-afro da Bahia (www.etnicoafro.bahia.com.br). Durante a cerimônia, realizada no Forte da Capoeira, no bairro de Santo Antônio Além do Carmo, também foi assinado um protocolo de intenções para promoção do turismo sustentável na região do Baixo Sul, que beneficia as comunidades quilombolas de Jatimane e Boitaraca.

“Demos mais um passo importante com as duas iniciativas que lançamos hoje. Somos o Estado pioneiro em trabalhar a divulgação do potencial étnico-afro para o turismo, e o site vai se somar a essa divulgação. Já no Baixo Sul, a zona turística do Pratigi promete surgir já com estruturas e garantias ambientais, para depois desenvolver a hotelaria. Isso também vai trazer o fortalecimento das comunidades quilombolas da região”, comentou o secretário do Turismo, Domingos Leonelli.

O gestor da pasta também lembrou que já foram realizadas 110 ações de promoção específicas do turismo étnico-afro. “Também trabalhamos o Corredor Cultural do Curuzu; criamos o Escritório Internacional da Capoeira; mapeamos 397 academias de capoeira em todo o mundo; nos concentramos na preparação dos receptivos; levamos a nossa experiência de promoção do turismo étnico-afro para outros estados”, explicou Leonelli.

Site – Informações sobre capoeira, gastronomia, religiosidade, e a história do povo negro na Bahia estão contadas e representadas no endereço. Os internautas também poderão saber um pouco mais sobre grupos culturais, festas típicas, mercados e feiras, além de roteiros especiais. Mestres de capoeira podem cadastrar seus grupos no site para participar do diretório de grupos de capoeira da Bahia.

O site Turismo Étnico-afro da Bahia é parte do Sistema Integrado de Informações Turísticas, que compõe os postos do Serviço de Informação Turística (SAT), Disque Bahia Turismo – call center trilingue, que atende 24 horas por telefone e via chat -, portal oficial de turismo www.bahia.com.br, Observatório do Turismo (www.observatorio.turismo.ba.gov.br), além de hotsites como os do Carnaval, São João e da Stock Car, dentre outros.

Turismo sustentável – O desenvolvimento do turismo sustentável na região do Baixo Sul foi objeto do termo de cooperação firmado entre a Setur e o Instituto de Desenvolvimento Sustentável do Baixo Sul da Bahia (Ides). A intenção é promover a divulgação das peculiaridades naturais e histórico-culturais da região e desenvolver o turismo étnico de base comunitária. As comunidades mais beneficiadas com a ação são os quilombos de Jatimane e Boitaraca, localizados no município de Nilo Peçanha, a 284 quilômetros de Salvador.

Estão previstos, dentre outras ações, cursos e oficinas para capacitação, com conteúdo voltado para o turismo, sensibilização e capacitação do trade local, capacitação de receptivo, formação de guias e monitores de turismo comunitário, promoção de palestras e seminários.

Para Liliane Leite, representante do Ides, a estratégia de inovação, qualificação e integração econômica adotada pela Setur tem ajudado a planejar o turismo no Estado. “O Terceiro Salto trouxe uma nova realidade para o turismo da Bahia, com a capacidade de realização de ações importantes e de olhar para o futuro”.

Participaram do evento o chefe de Gabinete da Secretaria de Cultura do Estado (Secult), Rômulo Cravo, a diretora do Centro de Culturas Populares e Identitárias da Secult, Arany Santana, e o presidente do Conselho Baiano de Turismo, Sílvio Pessoa. O lançamento do site também foi prestigiado por mestres de capoeira, que anunciaram a abertura de oito novos empreendimentos de turismo, incluindo centros de treinamento e alojamento em Salvador, Itacaré, Valença, Conde e Chapada Diamantina.

 

 

 

Deixe seu comentário

Redes Sociais

Palácio Rio Branco - Praça Thomé de Souza, S/N, Centro. CEP: 40.020-010 (ver mapa) | Tel: +55 71 3116-6814/6863