Setur e Bahiatursa exibem filmes sobre celebrações religiosas da Bahia durante a ExpoCatólica 2013

 

Uma mostra de filmes sobre algumas das celebrações religiosas da Bahia será realizada no estande da Secretaria de Turismo (Setur) e da Bahiatursa, durante a ExpoCatólica Rio – Bote Fé Brasil, que acontece de 19 a 26 de julho,  no Riocentro (Rio de Janeiro). A exibição dos filmes é uma das estratégias da Setur e Bahiatursa para divulgar as potencialidades baianas para o turismo religioso, ampliando a receita deste segmento na Bahia e aumentando a participação de visitantes de outros estados no fluxo turístico do segmento católico. A mostra de filmes acontecerá diariamente, em sessões às 15, 17 e 19 horas, com documentários sobre a Festa de Santa Bárbara, Festa de Nosso Senhor do Bonfim e a Procissão do Nosso Senhor Bom Jesus dos Navegantes.

Festa de Santa Bárbara – Todos os dias, às 15h, o público passante poderá assistir ao documentário sobre a Festa de Santa Bárbara, uma das mais cultuadas na Bahia. Festa tradicional em homenagem à padroeira dos mercados e patrona do Corpo de Bombeiros. Por volta de 1641, os comerciantes e trabalhadores do Mercado de Santa Bárbara decidiram homenagear a santa. De lá pra cá, os festejos viraram tradição. Todo dia 4 de dezembro milhares de baianos participam das celebrações para reverenciá-la.

Atualmente, as homenagens à santa duram três dias e iniciam-se com uma missa na Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, no Pelourinho, onde fica exposta a sua imagem. Em seguida, uma procissão percorre as ruas do Centro Histórico, passando em frente ao quartel do Corpo de Bombeiros.

Festa de Nosso Senhor do Bonfim – Sempre às 17h, será exibido o documentário sobre a   Festa de Nosso Senhor do Bonfim, na Colina Sagrada. A tradicional lavagem das escadarias e do adro da Igreja do Bonfim já acontece há quase 300 anos. O cortejo, que parte da frente da Basílica da Conceição da Praia em direção à Colina Sagrada, sempre na quinta-feira que antecede o segundo domingo após o Dia de Reis (06/01). O calendário da festa tem início com uma novena que culmina com a missa solene no domingo, após a lavagem.

A história do culto ao Senhor do Bonfim tem início em 1740, quando o Capitão de Mar e Guerra Theodósio de Faria trouxe de Portugal uma imagem similar e no mesmo tamanho da que existia na cidade de Setúbal. Ela foi esculpida em pinho de riga, medindo 1,06m de altura. Uma curiosidade: a famosa fitinha do Bonfim era chamada de medida porque media o mesmo que o tamanho do braço direito da imagem. Em 1745, a imagem foi guardada na Igreja da Penha, em Itapagipe, até a construção do templo de Nosso Senhor do Bonfim. No mesmo ano foi fundada uma irmandade de devotos, a Devoção do Senhor do Bonfim.

Procissão do Nosso Senhor Bom Jesus dos Navegantes – A terceira sessão acontecerá sempre às 19h, com exibição do filme sobre a Procissão do Nosso Senhor Bom Jesus dos Navegantes, tradicional celebração popular de origem portuguesa que inclui duas procissões marítimas: uma, no dia 31 de dezembro, à tardinha, fazendo o percurso Largo da Boa Viagem-Basílica da Conceição da Praia, e outra de retorno, no dia 1° de janeiro, quando a galeota Gratidão do Povo conduz a imagem pelas águas da Baía de Todos-os-Santos, saindo do cais do Segundo Distrito Naval, e é acompanhada por centenas de embarcações de volta à Igreja da Boa Viagem. Este festejo é promovido pela devoção do Senhor do Bonfim e de Nossa Senhora da Boa Viagem, constando de tríduo e missa solene.

Bahia na Expocatólica

A Secretaria de Turismo da Bahia (Setur) e a Bahiatursa  participam da Expocatólica 2013 com um estande de 200 metros quadrados, no qual os visitantes encontrarão informações detalhadas sobre a Bahia como destino de turismo religioso, receptivo com baianas tipicamente trajadas e exposição de fotos. Atrativos como as igrejas do Bonfim, Rosário dos Pretos, Memorial Irmã Dulce e o Santuário de Bom Jesus da Lapa serão mostrados na feira, assim como manifestações como a Festa da Irmandade da Boa Morte, de Cachoeira, a Procissão do Fogaréu, de Serrinha, e a Romaria de Monte Santo.

Além da exibição dos filmes, no estande da Bahiatursa também haverá um ciclorama (painel fotográfico em três dimensões) para os visitantes da feira registrarem imagens como se estivessem à frente da Igreja do Bonfim ou em uma paisagem da Chapada Diamantina.

De acordo com estudo da Secretaria do Turismo da Bahia, os turistas que vão a eventos religiosos como a Festa da Irmandade da Boa Morte, em Cachoeira, e as romarias de Bom Jesus da Lapa são predominantemente de regiões da própria Bahia. Enquanto em Bom Jesus da Lapa a média de turistas de fora do território baiano é de apenas 30%, em Cachoeira o percentual é ainda menor, com cerca de 7%, segundo dados da pesquisa.

Deixe seu comentário

Última do Twitter

Palácio Rio Branco - Praça Thomé de Souza, S/N, Centro. CEP: 40.020-000 (ver mapa) | Tel: 55 71 3116-6814/6863