Semana da Diversidade e Parada Gay da Bahia

7966376918_2814da83e3_z

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Programação inclui festas, mostras de cinema e discussões sobre saúde, mercado de trabalho e direitos humanos

 Ministra Maria do Rosário e deputado federal Jean Wyllys participam de palestras em Salvador na quinta-feira

Mais uma vez, Salvador abraça a diversidade. Palestras, seminário, lançamento de livro, shows musicais, festival de cinema, poesia, teatro e artes em geral fazem parte da programação da II Semana da Diversidade, a ser realizada de 2 a 7 de setembro. O ponto alto da semana acontece no dia 8 de setembro (domingo), com a 12ª Parada Gay da Bahia, que este ano tem como tema “Somos milhões: estamos em todos os lugares” e  que terá, dentre outras atrações,  desfiles de trios elétricos e palco da diversidade.

Os eventos são organizados pelo Grupo Gay da Bahia (GGB), com apoio da Secretaria do Turismo da Bahia (Setur) e Bahiatursa.  A ideia é transformá-los em um atrativo para o público LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros) da Bahia, turistas e todos aqueles que se aliam à luta pela diversidade sexual.

Segundo a superintendente de Serviços Turísticos da Setur, Cássia Magalhães, o objetivo da criação da Semana da Diversidade, no ano passado, foi o de oferecer mais opções culturais para o visitante que vem participar da Parada Gay, fazendo com que ele possa ficar mais tempo na Bahia. “Este é o segundo ano da Semana da Diversidade, que foi preparada com ações culturais para atrair o visitante que vem à Parada Gay da Bahia, uma das principais do Brasil. Esse público se interessa muito por nossas festas e nossa cultura, por isso montamos com os parceiros uma programação especial e também buscamos capacitar os profissionais de turismo para atender às demandas do público LGBT”, explica a superintendente.

De acordo com o diretor de Serviços Turísticos da Bahiatursa, Weslen Moreira, os organizadores da Parada Gay de São Paulo participarão do evento em Salvador. “Este ano fizemos uma promoção da Bahia na Parada Gay de São Paulo, e os organizadores do evento de lá virão para o nosso Estado para ver como organizamos a nossa parada e como montamos a Semana da Diversidade. Eles também vêm beber da nossa fonte”, afirmou Weslen.

Programação inclui festas e palestras - Durante os seis dias, temas como saúde, cidadania, combate ao preconceito, dentre outros, serão abordados e debatidos dentro de uma extensa programação, que tem como convidada a população em geral, independentemente de classe social, etnia ou orientação sexual.

“Cidadania Trans – Transexuais no mercado de trabalho” é a palestra que abre a segunda-feira (2/9), primeiro dia da programação. O encontro acontece às 14h, no auditório da Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH), no Centro Administrativo da Bahia. Entre os palestrantes, Ailton Ferreira, superintendente de Direitos Humanos, e Paulett Furacão, da Coordenadoria Estadual LGBT, ambos da Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos da Bahia (SJCDH). À noite, acontece show musical com as cantoras Márcia Short, Carla Cristina, Juliana Ribeiro e Claudia Costa, na Praça Pedro Archanjo, Pelourinho, com ingresso a R$ 20.

Na terça-feira (3/9) haverá o lançamento do livro em quadrinhos “Ben”, do cartunista baiano Luís Augusto, que aborda a história de uma família homoparental, contada a partir de um menino no seu primeiro dia de aula.  O evento acontece às 19h, na Livraria Glauber Rocha, na Praça Municipal. Antes, às 18h, é a vez de falar de saúde, com “Papo Saúde: Aids, assunto encerrado!”, com o sexólogo Jairo Bauer (SP), no  auditório da Faculdade de Ciências da Saúde (Ufba). A entrada é franca, com direito à certificação para estudantes da graduação.

Apresentação teatral e poesia, no Rio Vermelho e Largo 2 de Julho, respectivamente,  estão na pauta da quarta-feira (4/9), à noite. À tarde, o seminário “A construção do Estado laico no Brasil e a defesa dos direitos humanos na área da saúde” será realizado das 14 às 18h, na sede da Unifacs do Caminho das Árvores. Também com acesso gratuito e certificação para estudantes de graduação, o evento contará com várias palestras e debates, entre eles “A interferência da religião nas políticas de saúde pública, especialmente nas dirigidas a populações estigmatizadas”, que traz o ex-ministro da Saúde José Gomes Temporão como palestrante.

Na quinta-feira (5/9), o seminário “A construção do Estado laico no Brasil e a promoção de direitos de minorias (LGBT, mulheres, negros, dependentes químicos, prostitutas, etc.)”, também na Unifacs do Caminho das Árvores, das 14 às 18h, traz entre as palestras “Pátria amada, salve, salve! O Brasil sem homofobia” e “A população LGBT como alvo prioritário dos políticos discriminadores no Congresso: homofobia e o impacto eleitoral”, tendo como palestrantes a ministra Maria do Rosário, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, e o deputado federal Jean Wyllys.

O quinto dia da semana que abraça as diferenças, sexta-feira (6/9), vai trazer, além do seminário “A construção do Estado laico no Brasil e os desafios para a justiça e a educação para a manutenção dos direitos das minorias”, wokshop, com curso básico de montagem para quem quer ser drag queen e ator transformista,  na sede do Grupo Gay da Bahia, e a  Mostra Festival de Cinema Mix Brasil, das 18h às 21h, na Sala Walter da Silveira, nos Barris.

No sábado (7/9), a programação vai contar com o V Caruru da Diversidade, na residência universitária da Ufba, Corredor da Vitória,  às 19h, com entrada franca; festa-show Independence Divas,  na Casa da Itália, com música eletrônica, DJs e transformistas (R$ 20,00); Mostra Festival  de Cinema Mix Brasil, na Sala Walter da Silveira, das 18h às 21h; além da II Feira da Diversidade e Negócios de Salvador, no Largo 2 de Julho, das 9h às 19h, com foco na fortalecimento do empreendedorismo individual e promoção de produtos e serviços relacionados à diversidade LGBT em Salvador.

Aberta ao público, a feira, que conta com estandes de produtos e serviços, gastronomia, moda e entretenimento e terá ainda apresentação de poesia, shows transformistas e apresentação de bandas, fecha a programação da II Semana da Diversidade, que antecede a 12ª Parada Gay da Bahia.  

Parada Gay

Apresentação de shows transformistas, bandas musicais, desfiles de trios elétricos, música eletrônica, além do palco da diversidade, com shows transformistas e bandas musicais, e festa/camarote vão levar música, cor e alegria ao centro de Salvador, durante a Parada Gay da Bahia, que acontece no domingo (8/9). O evento chega a 12ª edição, com o tema “Somos milhões: estamos em todos os lugares”.

A concentração será no Largo do Campo Grande. Entre 15h40 e 20h, os trios seguirão o seguinte trajeto: Campo Grande, Mercês, Piedade e São Pedro, com retorno pela Rua Carlos Gomes, Senador Costa Pinto, Aflitos, até o Campo Grande. A abertura às 15h acontece em cima do trio oficial, tendo como mestre de cerimônia Bagagerie Spilberg, coroação da madrinha e padrinho da festa, discurso de autoridades e execução do Hino Nacional. Em seguida, começa o cortejo, com cerca de 10 trios e uma variedade musical. O primeiro a desfilar é o Trio Oficial da 12ª Parada Gay da Bahia. Entre as atrações estão Trio da Diversidade e Acessibilidade, Trio Diversidade Nagô, Trio da Associação de Travestis de Salvador (Atras) e Trio Viagem por um Mundo Chamado Bahia.

No palco da diversidade, as atividades se concentram das 11h às 21h30, no Largo do Campo Grande, com shows de artistas transformistas (11h às 15h), shows de bandas musicais no palco (15h40 às 21h30), com atrações como Jotta Veloso, Marcela Bellas e Cabeça de Nós Todos. A programação inclui ainda a After Party, no Pelourinho, das 20h à 0h. Na Praça Quincas Berro D’água se apresenta, às 20h, Sine Calmon e Banda Morrão Fumegante. Na Praça Pedro Archanjo, Afro Jhow (20h) e Gabriel Póvoas e Banda (22h).

Veja programação completa da II Semana da Diversidade e da 12ª Parada Gay da Bahia no portal oficial de turismo do estado: www.bahia.com.br.

Deixe seu comentário

Última do Twitter

Palácio Rio Branco - Praça Thomé de Souza, S/N, Centro. CEP: 40.020-000 (ver mapa) | Tel: 55 71 3116-6814/6863