Secretário destaca importância do segmento LGBT para o turismo

9701825451_d0f4ccfb9d_z

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Presente na abertura da 12ª Parada do Orgulho Gay de Salvador, o secretário do Turismo do Estado, Domingos Leonelli, afirmou que o segmento formado por lésbicas, gays, bissexuais e transexuais (LGBT) é de grande importância para a economia de destinos turísticos importantes como Salvador. Segundo ele, eventos como a parada e a Semana da Diversidade, já possibilitam a injeção de recursos e geração de renda na cidade. “Isso significa mais ocupação hoteleira, restaurantes vendendo mais e ambulantes faturando, como estamos vendo aqui neste domingo, um dia que teria pouca ou nenhuma movimentação no centro de Salvador”, resume

Em São Paulo, a Parada Gay representa o segundo principal evento do calendário turístico da cidade, atrás apenas do Grande Prêmio Brasil de Fórmula 1. De acordo com Fernando Quaresma, um dos organizadores do encontro que ocorre na capital paulista, os gastos dos turistas na parada paulistana foram de R$ 188 milhões, distribuídos em hospedagem, alimentação, transporte e compras.

O secretário da Desenvolvimento, Cultura e Turismo de Salvador, Guilherme Bellintani, afirmou que a prefeitura da capital baiana vai intensificar as políticas de reparação para a comunidade LGBT e a sua pasta atuará de forma ativa para o desenvolvimento deste segmento turístico. “Salvador é uma cidade marcada pela diversidade”, disse.

FESTA ANIMA AMBULANTES – A 12ª Parada Gay, realizada no domingo (8) animou os ambulantes que se instalaram  no Campo Grande e no entorno da festa. Cachorro-quente, churrasquinho, cerveja, água, enfeites para cabelos, chapéus, milho, amendoim, uma infinidade de produtos podia ser encontrada por quem passava pelo local. Para quem trabalha com o comércio informal, a movimentação do domingo ajudou a incrementar o orçamento doméstico.

Trabalhando numa banca oferecendo churrasco e cerveja, Maria Conceição contou que saiu do Barbalho, onde mora, para o Campo Grande de olho na chance de  faturar um pouquinho a mais com a festa. E não se arrependeu. No inicio da tarde, já estava às voltas com os pedidos dos clientes. “Tá beleza. Com o passar do tempo só vai melhorar”, falou. Era essa esperança que moveu o vendedor de amendoim e milho Robson Gonçalves ao empurrar o carrinho com os produtos.  Venho da Vasco da Gama e estou com fé em faturar um extra com a festa”, disse.

Com produtos como hambúrguer, misto, cachorro-quente, dentre outros, Delsonice de Oliveira revelou que saiu de casa ainda de madrugada, na Suburbana, para se instalar na calçada em frente ao Teatro Castro Alves. “Eu normalmente fico em Piatã, mas hoje no Campo Grande tem mais movimento por causa da parada. Tem muita gente. É certeza de faturar uma graninha a mais”, revelou animada Delsonice, que sustenta dois filhos com seu trabalho.

 

Deixe seu comentário

Última do Twitter

Palácio Rio Branco - Praça Thomé de Souza, S/N, Centro. CEP: 40.020-000 (ver mapa) | Tel: 55 71 3116-6814/6863