Salon du Chocolat recebeu 20 mil pessoas no Centro de Convenções da Bahia

Mais de 20 mil pessoas compareceram ao Salon du Chocolat, evento internacional, realizado no último final de semana (6/07 a 8/07), no Centro de Convenções da Bahia. O Salão aconteceu pela primeira vez no Brasil e na América Latina, e se repetirá nos próximos anos devido ao sucesso.

De acordo com a organização do evento, o número de visitantes foi acima do esperado, já que a expectativa era receber cerca de 15 mil curiosos em todos os dias. “Estávamos apreensivos com a receptividade, mas constatamos que o público vem valorizando cada vez mais um produto de qualidade. Baianos e pessoas de várias partes do Brasil vieram apreciar as melhores amêndoas do mundo e na próxima edição o sucesso será ainda maior”, declara Diego Badaró, realizador do evento.

Este ano, a Bahiatursa, principal patrocinador governamental, focou na divulgação dos roteiros e destinos turísticos junto à mídia. “Ano que vem teremos maior resultado na captação de fluxo turístico para o próprio Salão, com o planejamento e a formatação de pacotes para as fazendas de cacau e fábricas de chocolate em Ilhéus, emendando com a participação no Salão, em Salvador. Tivemos uma excelente repercussão este ano e vamos repetir a dose”, explicou o secretário de Turismo, Domingos Leonelli, em relação ao sucesso do evento.

Além dos 40 expositores oriundos de todo o Brasil e de diversos países de diferentes continentes, o I Salon du Chocolat contou com uma vasta programação que incluiu o Fórum Profissional do Cacau & Chocolate, o Choco Demo, um espaço  reservado para os melhores chocolateiros do mundo, além da exibição de filmes, shows e a etapa Nacional do International Cacao Awards (ICA), que classificou com graus de excelência quatro amostras de amêndoas brasileiras para a final do concurso que acontece em outubro no Salon du Chocolat, em Paris (França).

Entre as classificadas, três são baianas: Fazenda Santa Ana, em Itacaré ganhou com destaque para o bom equilíbrio com notas frutadas e de especiarias; Fazenda São Roque, Itagibá, obteve destaque pelo sabor frutado com notas que se aproximam de frutas vermelhas e nuances florais, bom equilíbrio geral com notas de fruta amarela e persistência longa de sabor na boca; e a Fazenda Leão de Ouro, Ilhéus, levou pelo bom equilíbrio geral com notas de frutas secas.

As 43 amostras foram entregues à Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac-Ba), órgão responsável pela realização da etapa nacional do ICA.

Deixe seu comentário

Redes Sociais


3ª Avenida, Nº 390, 2º andar Plataforma 4 - Ala Norte Centro Administrativo da Bahia - CAB. CEP: 41.745-005 (ver mapa) | Tel: +55 71 3115-6091