Novas frequências do voo de Campinas incrementam turismo e economia de Feira

Detalhes das caudas das aeronaves Embraer - Foto - Gianfranco Panda Beting - Azul - Divulgação

Detalhes das caudas das aeronaves Embraer  Foto: Gianfranco Panda Beting/Azul/Divulgação

O empresariado de Feira de Santana aposta no incremento não apenas do turismo de negócios, mas da economia da macrorregião como um todo. A declaração é do  presidente da Associação Comercial e Empresarial de Feira, Marcelo Alexandrino, diante do aumento do número de frequências do voo da Azul Linhas Aéreas entre Campinas, em São Paulo, e  a cidade situada a 108 quilômetros de Salvador.

A partir de segunda-feira, 2 de fevereiro, o voo passa a ter cinco frequências semanais, de segunda a sexta-feira, saindo da cidade paulista sempre às 12h16 (horário local), com previsão de chegada no Aeroporto João Durval Carneiro, em Feira, às 13h35, e com retorno às 14 horas, pousando em Viracopos às 17h15 (horário local).

As novas frequências são frutos do empenho do Governo do Estado, por meio da Secretaria do Turismo e da Bahiatursa, de sensibilizar as companhias aéreas para a implantação e ampliação do número de voos para cidades do interior baiano. Hoje a Azul atende a praticamente  todas as zonas turísticas baianas, com voos para Ilhéus, Porto Seguro, Valença, Teixeira de Freitas, Vitória da Conquista, Lençóis, Barreiras, Paulo Afonso e Juazeiro/Petrolina, além de Salvador e Feira.

“Com uma população de cerca de dois milhões de habitantes, a macrorregião de Feira  vai passar a utilizar este voo direto para Campinas sem passar por Salvador”, afirma Alexandrino. Também vice-presidente do Sindicato de Hotéis Restaurantes, Bares e Similares de Feira de Santana, ele diz que a cidade, que já conta com o Boulevard Shopping, está em plena expansão com a  expectativa de  abertura do América Outlet e o lançamento do Parque Shopping Feira de Santana.

“Temos um parque industrial de 1.500 empresas, como a Nestlé, Pirelli e Klabin, muitas delas ligadas diretamente a São Paulo, com escritório na capital paulista”, acrescenta, dizendo que também acredita na  interiorização do turismo, “o  turismo de lazer e histórico da região, facilitando o acesso a cidades do Recôncavo, como Cachoeira e Santo Amaro, bem como à zona turística Caminhos do Sertão”.

Deixe seu comentário

Redes Sociais

Palácio Rio Branco - Praça Thomé de Souza, S/N, Centro. CEP: 40.020-010 (ver mapa) | Tel: +55 71 3116-6814/6863