Medalhista olímpico Lars Grael ganha Regata Aratu-Maragojipe

A prova teve duração de quatro horas e 30 minutos e começou com a largada às 10 horas Foto: Rita Barreto/ Bahiatursa

A prova teve duração de quatro horas e 30 minutos. A largada foi às 10 horas  Foto: Rita Barreto/ Bahiatursa

A 45ª regata Aratur-Maragojipe, realizada ontem na Baía de Todos-os-Santos, com a participação de mais de 500 embarcações, proporcionou cenas de rara beleza durante todo o percurso da prova, de 35 milhas, ou o equivalente a 60 quilômetros de distância.

Os grandes vencedores foram os barcos Lacrau – classe RGSA, de Leonardo, do Iate Aratu – Bahia; Tangará II, na classe RGSB, do medalhista olímpico Lars Grael, do Rio de Janeiro; e Piquenique, na classe catamarã, do capitão Mattos, do Rio de Janeiro. O evento teve o patrocínio da Bahiatursa.

Ao chegar à metade da prova, momento em que a maioria dos barcos formava um único bloco, a impressão era de um imenso tapete branco cobrindo as águas encantadas e misteriosas da Baía, tão badalada nos quatro cantos do mundo pelo o escritor Jorge Amado.  “Um cenário de rara beleza, mais parecendo um gigante tapete de Oxalá, trazendo muita paz à região”, observou a jornalista Jéssica Sandes.

A prova teve duração de quatro horas e 30 minutos e começou com a largada às 10 horas, na Baia de Aratu, dos barcos de pequena velocidade – classe Delta e Brasília 23; em seguida, às 10h30min, dos barcos intermediários – Delta 26 e Brasília 32; e, às 10h45min, as embarcações maiores, as do tipo Delta 36.

Segundo o diretor da prova, Marcelo Fróes, do Clube Iate Regata Aratu, essa diferença de horário é feita com a intenção de que a maioria das embarcações chegue ao final da prova praticamente juntas. Everton Fróes,  também diretor do clube e um dos fundadores do evento, afirmou que, este ano, a regata teve 200 inscritos e mais 300 embarcações acompanharam o cortejo.

“Foi uma linda festa. Tudo favoreceu para um bom desempenho, pois contamos com bom tempo e ventos favoráveis, por isso os primeiros lugares chegaram por volta das 14h30min, um tempo recorde. Os últimos barcos chegaram por volta das 18 horas,” explicou Everton.

Já em terra, os velejadores foram recepcionados pela comunidade local, com um jantar no centro cultural da cidade e em seguida participaram da festa de entrega dos prêmios e assistiram a um show de bandas de forró, desfile de blocos de mascarados e samba de roda. O  destaque foi a apresentação da banda Estacazero, de Leo Macedo. Também visitaram a feira de artesanato, famosa na região pela força na produção de produtos de barros.

Deixe seu comentário

Redes Sociais

Palácio Rio Branco - Praça Thomé de Souza, S/N, Centro. CEP: 40.020-010 (ver mapa) | Tel: +55 71 3116-6814/6863