Inscrições para Regata Aratu-Maragojipe vão até 22 de agosto

3932213418_7737b5dcfd_z

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ainda dá tempo para competir na 44ª Regata Aratu-Maragojipe, que acontece no dia 24 de agosto, sábado, com largadas a partir das 10 horas na Baía de Aratu, em frente à Ilha de Maré. Maior regata-percurso do Brasil e um dos maiores eventos do iatismo da América Latina, a Aratu-Maragojipe inscreve até o dia 22 de agosto, pelo site www.aratumaragojipe.com.br.

Na regata, que é apoiada pela Secretaria do Turismo do Estado e pela Bahiatursa,  são esperados e cerca de 300 embarcações e 1.500 velejadores, entre eles os velejadores brasileiros Torben e Lars Grael, medalhistas olímpicos. Barcos e tripulações são, na maioria, da Bahia, mas o evento conta também com uma significativa participação de velejadores de outros estados (Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Rio Grande do Sul, Pernambuco, Alagoas, dentre outros) e de outros países, como Estados Unidos, França, Nova Zelândia e Inglaterra.

A primeira largada será às 10h, a segunda às 10h30 e a terceira às 11h. Os barcos percorrem as águas da Baía de Todos-os-Santos, passando por Ilha de Maré, Ilha dos Frades, Itaparica e Reserva Ambiental Ilha do Medo. Chegam em seguida ao Rio Paraguaçu, costeando localidades como Barra do Paraguaçu, São Roque, Ilha do Francês e Forte da Salamina até a raia de chegada, montada nas proximidades do pier de Maragojipe.

PREMIAÇÃO E SHOWS - Depois da largada, as primeiras embarcações chegam a Maragojipe por volta das 14h30, onde, à noite, acontece um jantar de confraternização no Centro Cultural, na Praça do Caijá, seguido da cerimônia de premiação, às 22 horas. Os velejadores juntam-se então à população da cidade, na praça central, onde acontecem diversos shows, entre eles o do Samba de Roda do Recôncavo e do Bloco dos Mascarados.

A classe Veleiros de Oceano é formada por embarcações similares e características de tamanho, designer e área vélica parecidas. Cada veleiro tem um coeficiente próprio, que é utilizado para o cálculo final, resultando assim na classificação geral da embarcação dentro da competição e no resultado específico de cada classe, premiando-se o primeiro, segundo e terceiro lugares, além do troféu Fita Azul que será entregue para o primeiro barco a cruzar a raia de chegada. Os Saveiros dividem-se nas classes Vela de Pena e “Vela de Içar. Já as escunas, são divididas nas classes Pequena, Média e Grande.

Deixe seu comentário

Última do Twitter

Palácio Rio Branco - Praça Thomé de Souza, S/N, Centro. CEP: 40.020-000 (ver mapa) | Tel: 55 71 3116-6814/6863