Ilhéus aquece Costa do Cacau com o projeto “Viaje por um mundo chamado Bahia”

Evento promovido pela Bahiatursa tem como objetivo fomentar os segmentos turísticos para agentes e operadores de viagem 

Os profissionais participam de fantour por roteiros baseados nos segmentos turísticos Fotos: Jota Freitas/ Setur

Os profissionais participam de fantour por roteiros baseados nos segmentos turísticos Foto: Jota Freitas/ Setur

A Cidade de Ilhéus, localizada a 464 km de Salvador (BA), na Costa do Cacau, sedia a 1ª edição do projeto “Viaje por um mundo chamado Bahia”, que acontece de 27 de novembro a 1º de dezembro, no Centro de Convenções de Ilhéus.

Durante cinco dias, os agentes de viagem e operadores poderão participar de um fantour, visitando roteiros baseados nos mais diversos segmentos turísticos: étnico, de aventura, cultural, religioso, rural, eno, eco, náutico e sol e praia.

O evento é promovido pela Bahiatursa com o objetivo de incrementar o crescimento e o desenvolvimento do mercado turístico regional, e conta com o apoio da Prefeitura de Ilhéus, Associação de Empresas de Turismo de Ilhéus, do Sindetur, do Sebrae e do Convention Bureau de Ilhéus.

Segundo o diretor de Serviços Turísticos da Bahiatursa, Weslen Moreira, a caravana será composta por empresários de todas as zonas turísticas, que conhecerão um dos atrativos da Bahia – o roteiro cacau com chocolate e a estrada do chocolate. “É importante que a gente comece a inaugurar um ciclo para fomentar que os empresários baianos promovam e vendam a Bahia para os próprios baianos e principalmente com o foco nas grandes cidades”, disse.

“Nós estamos levando empresários que, no primeiro momento, farão uma rodada de negócios no Centro de Convenções de Ilhéus e logo em seguida ficarão na região conhecendo os atrativos para transformar isso em negócio”, pontuou Weslen, acrescentando que é uma inovação que será feita em todas as zonas turísticas, em 2014: “Colocar o produto Bahia na prateleira das empresas baianas para que elas possam vender para os próprios baianos e dessa forma gerar fluxo turístico”, completou.

Na avaliação do presidente do Sindetur, Luiz Augusto Leão Costa, o evento é uma oportunidade de aproximar compradores e vendedores dentro da própria cadeia produtiva de uma determinada região. “Quando a Bahiatursa procurou o Sindetur para fazer essa participação, chamando os empresários, principalmente os agentes de viagem, para participar desse primeiro projeto, eu apostei logo na ideia”, disse.

“Eu creio que é um projeto piloto que pode desencadear outros em diferentes regiões. Mas o principal legado que nós vamos ter é justamente fazer com que conheçamos os atores locais, que tenham seus produtos e possam comercializar com a gente, que é quem faz a maior distribuição ao mercado”, acrescentou Luiz Augusto. Ele explicou  que existem operadores que estão indo conhecer um novo produto, um novo roteiro, e vão poder criar pacotes para aquela região e fazer com que a economia do estado rode dentro do próprio estado, cresça e fomente o turismo.

PONTAPÉ INICIAL – Em sua primeira edição em Ilhéus, o evento aposta na possibilidade de fomentar o turismo regional, além de divulgar as belezas naturais e culturais, destinos, produtos e serviços do Estado da Bahia.  A Costa do Cacau deverá ser o pontapé inicial. A partir de 2014, o projeto segue para as demais zonas turísticas da Bahia: Costa dos Coqueiros, Chapada Diamantina, Lagos e Cânions do São Francisco, Vale do São Francisco, dentre outras.

No dia 28, a programação inclui uma Rodada de Negócios, promovendo o encontro entre empresas compradoras e fornecedoras, incentivando a comercialização de roteiros e produtos entre operadoras e agências de viagens locais, com direito a visitação dos principais roteiros e atrativos comercializados.

A visitação vai gerar novos fornecedores, compradores e parceiros, dando oportunidade para a diversificação dos produtos das operadoras de turismo, assim como apoiar a comercialização dos destinos visitados.

A COSTA DO CACAU – A zona turística compreende a faixa litorânea que se estende por cerca de 180 quilômetros no Litoral Sul da Bahia, entre os municípios de Itacaré e Canavieiras. Estão incluídos, dentro desse polo turístico, os municípios de Una, Santa Luzia e Uruçuca.

É uma região muita rica em opções de lazer e conhecida por ser um centro de turismo de negócios, belas praias, ecoturismo e pesca oceânica. A Costa do Cacau preserva verdadeiros santuários ecológicos tropicais. São dezenas de quilômetros de praias, com denso coqueiral, aliados à variedade da vegetação, que vai desde a Mata Atlântica nativa a grandes áreas de manguezais e belíssimas fazendas de cacau.

Uma cavalgada à beira-mar, um passeio de barco pelo delta de Ilhéus ou na barra do Rio Pardo, uma parada na estação de águas na Estância Hidromineral de Olivença, uma visita ao Projeto de Preservação do Bicho Preguiça ou uma energização nas areias monazíticas de Canavieiras fazem parte dos muitos roteiros turísticos da região.

PASSOS LARGOS – O turismo na Costa do Cacau desenvolve-se a passos largos, com investimentos de empresários nacionais e estrangeiros e incentivos fiscais oferecidos pelas prefeituras municipais para quem investir no setor. Nos últimos anos, a oferta de serviços e infraestrutura de qualidade cresceu na proporção da demanda da alta estação turística – entre novembro e fevereiro.

A região oferece opções de hospedagem para todos os gostos e bolsos. Por terra, ar ou mar, o turista que chega a Ilhéus vai encontrar postos de informações turísticas e pessoal sempre disposto a atender e servir bem os visitantes.

O município tem como atrativos o clima, a paisagem e especialmente a culinária, à base de peixe, camarão, pitu, lagosta, caranguejo e uma infinidade de mariscos. Dentro da cidade, os atrativos históricos e culturais enriquecem o conhecimento do visitante.

À disposição dos turistas, passeios ecológicos por terra, mar e rios conhecendo raridades como o mico-leão-da-cara-dourada, uma espécie em extinção e símbolo de preservação na Mata Atlântica.

Deixe seu comentário

Última do Twitter

Palácio Rio Branco - Praça Thomé de Souza, S/N, Centro. CEP: 40.020-000 (ver mapa) | Tel: 55 71 3116-6814/6863