Guias e Monitores do Carnaval participam de treinamento até domingo (3)

Treinamento Guias e Monitores do Carnaval 2013. Foto: Tatiana Azeviche/Setur

Desta terça-feira (29) até o próximo domingo (3 de fevereiro), 600 profissionais selecionados para atuar no projeto Guias e Monitores do Carnaval participam do treinamento que visa ampliar os conhecimentos dos profissionais que vão atender aos turistas que virão à capital baiana durante os seis dias de folia. Na abertura do curso, realizado no Auditório Mãe Menininha do Gantois, no Centro de Convenções, os participantes assistiram a uma palestra sobre conscientização turística. O Programa Guias e Monitores do Carnaval, receptivo especial que se realiza pelo sexto ano na capital baiana, será levado também para Porto Seguro e Mata de São João. A iniciativa é da Secretaria de Turismo do Estado (Setur) e da Bahiatursa.

Na quarta-feira (30), um painel irá abordar temas como direitos humanos, exploração sexual de crianças e adolescentes e atendimento aos foliões portadores de necessidades especiais, além dos principais serviços disponíveis para baianos e turistas durante a festa. Já na quinta-feira (31), os profissionais vão saber mais sobre a segurança no Carnaval, por meio de uma parceria entre a Setur e a Policia Militar. Durante outros dias de treinamento ainda serão abordados os aspectos práticos do receptivo nos principais circuitos da festa e portões de entrada da cidade.

De acordo com a superintendente de Serviços Turísticos da Setur, Cássia Magalhães, este ano, além da parte teórica, o curso contará com a realização de visitas técnicas nos três circuitos da folia, numa parceria com o Salvador Bus. “Através desta parceria, os alunos vão poder conhecer melhor todo o percurso do Carnaval, as áreas de atuação, bem como todos os serviços oferecidos em cada um deles. Assim, conseguimos instruir os guias e monitores com ainda mais detalhes, que serão somados à experiência que eles já têm”, declarou Cássia.

Ainda de acordo com a superintendente, para o ano de 2013 foram realizadas melhorias na infraestrutura dos 80 postos de informações turísticas espalhados pelos três circuitos do Carnaval. Para passar informações mais precisas e gerar as estatísticas de atendimento com maior rapidez, este ano serão utilizados 400 smartphones dotados de um software que armazena e processa as informações transmitidas por seus operadores, em tempo real. No ano passado foram usados 100 aparelhos, que ajudam na busca de informações acessórias, com agilidade.

Durante todo o período festivo em Salvador, os guias e monitores estarão distribuídos por diversos pontos dos circuitos Dodô, Osmar e Batatinha, além de hotéis, shoppings e portões de entrada da cidade como aeroporto, rodoviária, terminal náutico e ferry-boat, tudo para dar as boas-vindas aos turistas e passar informações precisas sobre os circuitos e atrações da festa, sistema de transportes, segurança e hospedagem, além dos atrativos turísticos de Salvador e de outras zonas turísticas da Bahia, dentre outros dados.

Treinamento Guias e Monitores do Carnaval 2013. Foto: Tatiana Azeviche/Setur

“Esse trabalho funciona integrado ao Sistema de Informações Turísticas, com o Disque Bahia Turismo, que fornece informações 24 horas por dia em português, inglês e espanhol pelo telefone (71) 3103-3103 e também via chat pelo portal oficial de Turismo da Bahia, www.bahia.com.br”, completou Cássia Magalhães.

Além da capital baiana, o principal esquema de receptivo de turistas realizado há seis anos pela Secretaria de Turismo e Bahiatursa, está sendo ampliado, tendo em vista a Copa das Confederações, no próximo mês de junho, e a Copa do Mundo da FIFA, de 2014, que têm Salvador como cidade-sede. Além da capital, os profissionais também vão atender em Porto Seguro, na orla e nas localidades de Arraial D’Ajuda, Trancoso e Caraíva, e em Mata de São João, na Praia do Forte e Imbassaí. O atendimento será prestado em até oito idiomas, a exemplo de inglês, espanhol, italiano, francês, alemão e mandarim. Destaque também para a Língua Brasileira de Sinais (Libras), que proporciona a inclusão dos foliões portadores de necessidades especiais.

Para a pedagoga Creuza Cerqueira, que atua como guia há mais de 30 anos e fala inglês e espanhol fluentemente, é gratificante ver as melhorias que tem sido feitas no receptivo, a cada ano. “Será a minha quinta participação no programa e acredito que desde o inicio do projeto houve um crescimento significativo. Ser guia de turismo é sempre um desafio, pois temos que nos adequar às necessidades e às dificuldades do turista. Com uma equipe preparada, unida, já conhecida, fica mais fácil. Alguns turistas até já nos reconhecem”, revela Creuza.

Já para o monitor Leonardo Vilas Boas, que atua no programa há três anos, o serviço essencial como boas vindas para aqueles que chegam à Boa Terra. “Acho o projeto além de eficiente, necessário para o primeiro contato com o turista que chega a Bahia, sobretudo Salvador, ávido por informações como deslocamento, hospedagem, compra de abadas, e praias para conhecer”, afirma o estudante de aviação, habilitado na língua inglesa.

Deixe seu comentário

Redes Sociais

Palácio Rio Branco - Praça Thomé de Souza, S/N, Centro. CEP: 40.020-010 (ver mapa) | Tel: +55 71 3116-6814/6863