Flica 2013 leva programação cultural intensa a Cachoeira

O Conjunto do Carmo, na cidade histórica do Recôncavo Baiano, abriga a quarta edição da feira

O Conjunto do Carmo, na cidade histórica do Recôncavo Baiano, abriga a quarta edição da Festa Literária

Grandes nomes da literatura brasileira e internacional estarão reunidos na terceira edição da Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica), que será realizada no Conjunto do Carmo desta quarta-feira (23) até domingo (27). O evento, que conta com apoio da Bahiatursa, terá uma programação intensa, com shows, mesas-redondas, lançamento de livro e ainda um espaço dedicado para o público mirim, a Fliquinha.

Para dar boas-vindas ao público e aos convidados ilustres, a abertura, na quarta-feira (23), às 18h, no Pátio do Telão, será em grande estilo, com o concerto Uma Tarde em Veneza, da Orquestra Sinfônica da Bahia (Osba). A programação terá a primeira mesa-redonda, às 20h, com a participação do romancista Cristóvão Tezza e do jornalista Fabrício Carpinejar. Mediado pelo ator Jackson Costa, o encontro abordará o tema Enfrascar o Cotidiano.

Na quinta-feira (24), a programação tem início, às 10h, com os jornalistas e poetas Elieser Cesar e Karina Rabinovitz falando sobre Qualquer Um Poeta. Já a mesa 3 será realizada às 15h com os jornalistas Mário Magalhães e Ana Tereza Baptista a falar sobre Vidas Comuns, Vidas Notáveis. Os dois encontros têm a mediação de Jackson Costa.

Depois, às 19h, a programação segue com reflexões sobre a Proclamação da República (1889 – Clientes, Coronéis e a República). Os convidados para discutir assunto são os jornalistas Laurentino Gomes (autor dos livros 1808, 1822 e 1889, recentemente lançado) e Eduardo Bueno. A mediação ficará por conta do escritor Aurélio Schommer. Às 22h, o público confere a apresentação do grupo afro-barroco Gêge Nagô.

Renomados autores nacionais e internacionais estarão reunidos na Feira Literária, em Cachoeira

Flica 2011: renomados autores nacionais e internacionais voltam a se reunir, este ano, em Cachoeira

O Não Legado da Literatura é o tema da primeira discussão da sexta-feira (25), que terá o escritor escocês Ewan Morrison e o jornalista Sérgio Rodrigues, às 10h. Mais tarde, às 15h, a mesa Lirismo, Sonhos e Imaginários terá a presença da autora americana Kiera Cass e da também escritora Gláucia Lemos. As duas primeiras mesas serão mediadas pelo professor Rosel Soares. Entre Flores e Espartilhos, é a mesa realizada às 19h, com a participação da escritora Állex Leilla e da americana Sylvia Day. O mediador do encontro será o professor Jorge Portugal. À noite (22h), o público assiste a apresentação do Sarau do João.

No sábado (26), às 10h, será realizada a mesa Donos da Terra? – Os Neoíndios, Velhos Bons Selvagens, com mediação de Jorge Portugal e participação do sociólogo Demétrio Magnoli e da historiadora Maria Hilda Baqueiro Paraíso. E como literatura e teatro têm tudo a ver, as mesas redondas dão lugar, às 13h30, à apresentação do espetáculo Alvoroço.

O poeta Joca Reiners e o jornalista Tom Correia falam sobre A Velocidade da Contemplação Moderna, às 14h, seguidos pelas escritoras Leticia Wierzchowski e Carola Saavedra (chilena radicada no Brasil), que, às 17h, exploram a temática Afetos e Ausências, com a mediação de Rosel Soares.

Já As Imposições do Amor ao Indivíduo, serão tema das explanações do sociólogo francês Jean-Claude Kaufmann e do filósofo Luiz Felipe Pondé, às 20h, também com mediação de Rosel Soares. O cantor Amandinho fecha a programação de sábado com show às 22h, numa homenagem ao cantor e compositor Dorival Caymmi.

No último dia do evento, domingo (27), a Flica contará com uma mesa Ndongo, Ngola, Angola, Bahia, às 10h. O encontro terá a participação do escritor angolano Pepetela e da professora Makota Valdina. O mediador será Jorge Portugal.

PROGRAMAÇÃO INFANTIL – O público mirim tem espaço mais que garantido na Flica 2013 e poderá aproveitar uma programação pra lá de especial, de quinta-feira (24) a sábado (26). Durante os três dias, das 9h às 18h, Antônio Cedraz promove uma visita guiada à exposição Turma do Xaxado, e, sempre às 9h30, a griô Cássia Vale promove a contação de histórias com diferentes temáticas.

Na quinta-feira (24), a criançada confere, às 9h30, a história Maria & Maria. Às 11h, o público tem um bate-papo marcado com a pedagoga Cristina D’ávila e, às 15h, a Oficina de Quadrinhos Mundo Novo, com Maurício Santil. A programação segue, às 17h, com o lançamento do livro e oficina A Saga do Menino Callu, com o escritor e coreógrafo Gilberto Pinto. Às 18h, o cantor e compositor Saulo Fernandes apresenta show no estilo voz e violão especialmente para os baixinhos.

Na sexta-feira (25), a criançada confere, às 9h30, a contação de história História de Tenengo. O bate-papo, às 11h, será com a pesquisadora do folclore infantil brasileiro, Nairzinha. Às 14h, o público infantil confere a contação de história Vovó do Mangue & Vovó do Mato com a griô Cássia Vale. A Oficina Entre Versos, da organização cultural Casa de Barro, será realizada, às 15h, e também palestra com a educadora Mabel Velloso, às 17h.

No sábado (26), último dia da Fliquinha, a criançada confere, às 9h30, a contação de história O Menino que a Caipora Carregou, também com a griô Cássia Vale. O designer e ilustrador Enéas Guerra fala para os pequenos sobre o processo de criação dos livros infantis Vaporzinho, inspirado no vapor de Cachoeira e que contempla personagens reais do Recôncavo baiano, e Que bicho doido!, com bichos reais e imaginários. Enéas é autor tanto dos textos quanto dos desenhos dos dois livros lançados pela editora Solisluna. Mais tarde, às 14h, também tem a contação de história Vovó do Mangue & Vovó do Mato.

A criançada tem uma conversa com a pesquisadora e professora de ilustração Ciça Fittipaldi. A programação infantil se encerra, às 17h, com o espetáculo Alvorocinho. Mais informações sobre a programação da Flica 2013 no site oficial do evento: www.flica.com.br.

VARANDA DO SESI – Durante a programação da Flica, baianos e turistas conferem ainda entrevistas e pocket shows na Varanda do Sesi. É o programa Sala de Som Sesi, no Museu do Iphan, na Praça da Aclamação, em Cachoeira, de quinta-feira (24) a sábado (26), sob o comando do músico Alexandre Leão.

Cada dia terá um ritmo como carro-chefe. Na quinta-feira (24), o ritmo de destaque será o Samba Chula e a festa contará a participação do cantor santo-amarense Roberto Mendes e do grupo Samba de Roda Raízes de Acupe. Na sexta-feira (25), com o tema Reggae no Recôncavo, o programa a Varanda do Sesi receberá o cantor e compositor Lazzo Matumbi e a Orquestra Reggae Sinfônica de Cachoeira.

Ritmos do Samba é tema do último dia dos encontros musicais, no sábado (26), com a presença da Orquestra de Pandeiros de Itapuã e do Samba de Roda de Dona Dalva de Cachoeira. Na entrada do espaço, os visitantes poderão apreciar a exposição Cachoeira: Memórias, que mostra momentos e lugares importantes da cidade, retratados em 40 fotografias. A curadoria é do museólogo Jomar Lima.

Deixe seu comentário

Redes Sociais

Palácio Rio Branco - Praça Thomé de Souza, S/N, Centro. CEP: 40.020-010 (ver mapa) | Tel: +55 71 3116-6814/6863