Festa de Santa Bárbara reúne multidão de devotos no Centro Histórico de Salvador

A festa marca o início do do ciclo popular da Bahia Foto: Tatiana Azeviche/ Setur

A festa  de Santa Bárbara marca o início do ciclo popular da Bahia Foto: Tatiana Azeviche/ Setur

“Viva, Santa Bárbara!”. Foi com essa saudação que milhares de devotos reverenciaram a santa, nesta quarta – feira (4), no Largo do Pelourinho, durante as comemorações da Festa de Santa Bárbara, que marca o início do calendário de festas populares da Bahia. Logo após a missa solene, presidida pelo padre Lázaro Muniz, foi possível ver uma multidão, em forma de um belo tapete humano, nas cores vermelha e branca, que tomou conta das ruas e esquinas do Centro Histórico.

De acordo com dados da Polícia Militar, cerca de 12 mil pessoas participaram da festa. Nem o sol forte que fez na capital baiana, nesta manhã, intimidou a multidão durante a procissão que teve início no Largo do Pelourinho e seguiu até o quartel do Corpo de Bombeiros, na Baixa dos Sapateiros. Assim como outras festas populares da Bahia, a Festa de Santa Bárbara consegue reunir o sagrado e o profano, em um ato de comoção pela fé.

O padre Lázaro Muniz falou da sensação de participar da comemoração e deu um conselho para os devotos. “É maravilhoso estar aqui, porque é um ato de renovação da fé e crescimento para a caminhada proposta por Deus. A Santa Bárbara nos ensina ser fiel a religiosidade e precisamos aprender isso com ela”, disse padre Lázaro.

Participando há mais de 50 anos da festa, Isartina Souza, 87, mostrou que nem a idade é motivo para deixar de acompanhar a procissão em agradecimento às graças já alcançadas. “Sou muito grata a Santa Bárbara, porque ela me curou de uma doença e faço questão de reverenciá-la”, disse Isartina, que ainda revelou receber uma ajudinha especial da santa para acompanhar a comemoração. “É ela quem me dá força para chegar até aqui”, concluiu.

Fé, alegria e admiração são características que marcam os devotos a ponto de se emocionarem durante a festa. “É uma relação pura que emana uma força que só ela tem. Já alcancei muitas graças com ela e só de ter a minha família perto de mim já me sinto feliz.”, disse a moradora de Salvador, Rita de Cássia, 54.

Pela primeira vez na capital baiana, a paulista, Zoé Reis, 18, que está passando uns dias na casa de uma amiga, aproveitou para participar da festa. “Eu não conhecia a comemoração, mas confesso que achei muito linda e até me emocionei com a fé das pessoas”, disse Zoé. Natália Jardim, do Rio Grande do Sul, está em Salvador acompanhada do namorado e também se emocionou. “Fiquei impressionada com o que vi aqui. É tão lindo que marca a gente”, disse Natália.

Muitos devotos aproveitam o momento para pedir e também agradecer. De Salvador, Alessandra dos Santos, 34, distribui há cinco anos, em agradecimento, pequenos acarajés, a comida de Iansã. “Eu fiz uma promessa a santa e consegui alcançar a graça. Hoje eu só quero agradecer e pedir paz, saúde e amor”, disse Alessandra.

Deixe seu comentário

Redes Sociais

Palácio Rio Branco - Praça Thomé de Souza, S/N, Centro. CEP: 40.020-010 (ver mapa) | Tel: +55 71 3116-6814/6863