Encontro no Centro de Convenções discute segurança no segmento turismo de aventura

O evento organizado pela Bahiatursa discutiu padrões de qualidade para o atendimento ao turista

9817948616_26ac92cb6a_z

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Empresários do segmento de turismo de aventura, do trade convencional e órgãos de turismo de municípios como Maraú, Barreiras, Santo Amaro, Saubara e Mucugê participaram, nesta quinta-feira (19), no Centro de Convenções da Bahia, do I Encontro de Empresários e Gestores Públicos das Zonas Turísticas no Segmento Turismo de Aventura, organizado pela  Bahiatursa para promover a criação de padrões de segurança e de qualidade para o ecoturismo e o turismo de aventura na Bahia.

O encontro, que contou com a participação de representantes do Instituto Baiano de Metrologia e Qualidade (Ibametro) e da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), foi aberto pelo secretário do Turismo do estado, Domingos Leonelli. “No turismo de aventura a qualificação quer dizer segurança, e nós estamos fazendo um esforço muito grande nesse sentido, porque temos na Bahia 180 empresas que fazem receptivo de aventura”, apontou o secretário.

Segundo o secretário,  é fundamental a realização de um esforço conjunto envolvendo o setor privado e as associações ligadas ao turismo de aventura para  a padronização de procedimentos de segurança no turismo de aventura.  “É essencial que os empresários do segmento de turismo de  aventura se conscientizem da necessidade de qualificação e certificação”, observou Leonelli, ressaltando que o programa geral de qualificação desenvolvido pela Setur e Bahiatursa em vários segmentos já atingiu 14 mil pessoas em seis anos.

Para Francisco Gonçalves, coordenador de certificação do Ibametro, o objetivo é despertar nas empresas do segmento o interesse em relação à segurança no turismo de aventura. “A certificação é uma forma de o empresário mostrar ao mercado que  tem responsabilidade nessa questão da segurança na atividade”, ressaltou.

“Este evento deveria ser copiado por vários outros estados porque é muito importante conscientizar as empresas, o público, que elas devem se certificar, aplicar o sistema de segurança no turismo de aventura”, disse Carlos Alberto Martelotte, coordenador de turismo de aventura da ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas. “Isso é a parte principal, a  empresa ter ciência de como a vida dela vai melhorar na hora que  incrementar um sistema de gestão de segurança”, completou.

MARCO - Diretor da empresa Daventura, Tiago Valois considera o encontro o pontapé inicial no sentido de despertar a consciência em prol da qualificação e da certificação. “Temos muitas potencialidades. Dos 40 roteiros lançados pela Setur e Bahiatursa recentemente na Feira das Américas – Abav 2013, em São Paulo, 36 possuem algum tipo de conexão com a vida ao ar livre, o que representa, enfim, 90% os destinos com  interface direta com o turismo de aventura. A realização desse encontro é um marco para o segmento na Bahia”.

“O que fica de mais positivo nisso é a determinação e a disposição do estado em alimentar essa vontade para que possamos atuar com padrão internacional”, avalia  Jacques Fernandes, secretário de Turismo de Paulo Afonso.

Vanessa Almeida, da empresa Nas Alturas, falou sobre o crescimento que o ecoturismo vem tendo, no Brasil, nos últimos anos, enquanto atividade comercial, pegando uma fatia grande do mercado turístico.  Para ela, é fundamental iniciar esse processo, na Bahia, com as empresas dos segmentos ecoturismo e turismo de aventura tendo certificação e qualificação de acordo com as normas que regem essas atividades, atendendo à legislação brasileira.

“Hoje, no Brasil, temos poucas empresas com certificação. A gente só faz isso construindo essa sinergia com os parceiros, tanto da iniciativa privada como da administração pública”, afirmou Weslen Moreira, diretor de Serviços Turísticos da Bahiatursa.  Ele falou também da necessidade da realização de seminários sobre a legislação para apresentar as normas, para as mais diversas modalidades, levando-se em conta as especificidades de cada região.

Deixe seu comentário

Última do Twitter

Palácio Rio Branco - Praça Thomé de Souza, S/N, Centro. CEP: 40.020-000 (ver mapa) | Tel: 55 71 3116-6814/6863