Brasil Ride aquece economia turística da Chapada Diamantina

Evento com apoio da Setur e Bahiatursa tem como base
Mucugê e Rio de Contas e passa por vários municípios da região

Com 13 mil metros de subidas acumuladas, a competição percorre várias cidades da região Foto: Rita Barreto/ Bahiatursa

Com 13 mil metros de subidas acumuladas, a competição percorre várias cidades Foto: Rita Barreto/ Bahiatursa

A 5ª edição da Brasil Ride, a maior maratona da mountain bike das Américas, acontecerá de 19 (domingo) a 25 de outubro, na Chapada Diamantina.  Quinhentos atletas de 25 estados brasileiros e 20 países estarão reunidos em um percurso de cerca de 600 quilômetros, em um cenário de serras, vales, rios e trilhas.

Com 13 mil metros de subidas acumuladas, a competição, que conta com o apoio da Secretaria do Turismo do Estado e a Bahiatursa,  percorre várias cidades da região, tendo como base os municípios de Mucugê e Rio de Contas. Segundo o secretário de Turismo de Rio de Contas, João Carlos Chaves, a ocupação hoteleira no município já é de  100%, sem contar com residências particulares que são alugadas.

“O movimento é excelente e ganha todo o comércio local próximo à competição, contribuindo para o desenvolvimento do município e colocando em evidência não apenas Rio de Contas como vários municípios da região”, afirma João Carlos Chaves. A Brasil Ride, este ano, tem o slogan Mais do que uma competição, uma etapa em sua vida e homenageia a ialorixá e escritora Stela de Oxóssi. O tema de abertura do evento é O tempo de Caymmi.

O fundador e coordenador do evento, Mário Roma, diz que a Brasil Ride está entre os três maiores eventos do segmento no mundo, e a Bahiatursa é o elo entre o esporte  e a Chapada Diamantina. “A região vem se transformando num polo de mountain bike, o que é importante para incentivar a prática do esporte, do cicloturismo, além de fomentar o desenvolvimento do esporte olímpico”, afirma.

Além de Mucugê e Rio de Contas, o evento passa por Abaíra, Arapiranga, Baraúna, Casa de Telha, Cascável, Caraíba, Fazendola, Igatu, João Correa, Jussiape, Livramento de Nossa Senhora, Ouro Verde, Paramirim das Criolas, Piatã, Rio da Caixa e Santa Rosa.

A competição oferece aos atletas a oportunidade de conquistar pontos no ranking internacional da UCI (União Ciclística Internacional), favorecendo que os nomes nacionais obtenham, “em casa”, a pontuação necessária para conquistar vagas nos jogos olímpicos de 2016, que acontecerão no Rio de Janeiro.

Deixe seu comentário

Última do Twitter

Palácio Rio Branco - Praça Thomé de Souza, S/N, Centro. CEP: 40.020-000 (ver mapa) | Tel: 55 71 3116-6814/6863