Baianas abriram caminho para os festejos da Axé Brasil

O município de Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, se transformou em um pedacinho da Bahia nessa sexta-feira (13), com o primeiro dia de shows da Axé Brasil – maior micareta indoor do país. A festa foi aberta com a lavagem do palco por baianas, Filhos de Gandhy e pelas rainha e princesas do Carnaval de Salvador. Ao pedir as bênçãos dos orixás para iniciar o evento, o grupo mostrou todo o axé do povo baiano e arrancou suspiros da plateia com o gingado e os passos do candomblé.
 
Depois da demonstração de baianidade que atrai muitos mineiros à Bahia, foi a vez da Timbalada inaugurar o palco da Axé Brasil com a canção Mimar você. A banda, que completa 21 anos de carreira, emocionou o público com uma sequencia de sucessos cantados em coro com os foliões de Minas Gerais, como Cachaça, Meia Hora e Alegria Original.
 
Quando o som da percussão foi substituído pelo carisma de Saulo Fernandes e de sua Banda Eva, o público pode relembrar canções que marcaram a trajetória do grupo, a exemplo da clássica Pequena Eva. Mas foi com músicas mais atuais como Circulou e Inventando Moda, de composição de Magary Lord, que os mineiros mostraram que, no quesito energia, não ficam atrás do povo baiano. Para prestigiar os colegas da banda Jamil, Saulo cantou Colorir papel, um dos hits da trilha sonora da novela global Fina Estampa, e foi acompanhado pelas baianas e Filhos de Gandhy. O cantor contou também com a presença marcante de Naiane Darlen, Priscila Cidreira e Irlane Almeida – rainha e princesas do Carnaval de Salvador 2012.
 
A festa ainda reservou aos mineiros que lotaram o espaço de eventos Mega Space, a 18 quilômetros da capital de Minas Gerais, os shows eletrizantes de Chiclete com Banana e Ivete Sangalo. Emendando um sucesso no outro, o Chiclete mostrou porque se mantém no cenário da axé music há três décadas. A apresenteção começou com Chicleteiro eu, chicleteira ela e fez a galera ficar ainda mais a fim de aproveitar o Carnaval de Salvador. Quem curtiu muito o show foi o casal Aloísio Júnior e Jussara Ferreira. “Não perdemos nenhuma festa de axé aqui em Minas e já curtimos muitos carnavais em Salvador”, disse o empresário. E Jussara concluiu: “vamos à Bahia três ou quatro vezes por ano, só para passear”.
 
Na apresentação seguinte, Ivete Sangalo fez um passeio musical cantando desde músicas mais recentes, a exemplo de Aceleraê, atual música de trabalho da cantora, que também enveredou por canções como Arerê, da época em que comandava a Banda Eva.
 
E já era madrugada quando a banda Cheiro de Amor subiu ao palco, mas uma das músicas que mais mexeu com o público falava de “dias de sol”. Aline Rosa também não deixou passar um dos maiores sucessos da banda e que embala muitas festas e carnavais: Ficar com você. Para fechar a noite, Leo Santana fez a turma dançar o paode baiano.
 
Durante todo o show, o elenco que participou das danças no palco percorreu os diversos ambientesda festa. O sucesso foi tanto que houve disputa para sair na foto junto com o grupos de baianas, Filhos de Gandhy e rainha e princesas do Carnaval. As fotos poderão ser conferidas no portal www.bahia.com.br.
 
A Axé Brasil segue até este sábado, quando terá as apresentações de Alexandre Peixe, Tomate, Asa de Águia, Cláudia Leitte, Tuca Fernandes e Psirico. Os shows começam às 17h.
 
 
Oportunidade de negócio
 
Patrocinada pelo Governo da Bahia, por meio da Bahiatursa, a festa Axé Brasil foi antecedida por um workshop direcionado aos agentes e operadores de viagem, com o intuito de aproximar ainda mais o mercado mineiro dos atrativos turísticos da Bahia. O encontro ocorrido na última quarta-feira (11), no Hotel Othon de Belo Horizonte, contou com a presença de mais de 200 profissionais que tiveram a oportunidade de conhecer um pouco mais o potencial turístico da Bahia, mas de uma forma diferente. O ator Caco Monteiro usou um carro de cafezinho como ferramenta para mostrar o diferencial das 13 zonas turísticas da Bahia.
 
Alguns operadores de turismo que compareceram ao worksho seguido de rodada de negócios com empresas baianas, a exemplo de hoteis, ganharam convites para a micareta Axé Brasil e fizeram questão de comparecer à festa. Um deles foi Cláudio Oliveira, da Território Viagens. De acordo com o consultor, 70% dos pacotes vendidos pela empresa onde trabalha têm como destino o maior estado do Nordeste. “A Bahia é nosso carro-chefe e não fugimos à regra das demais empresas mineiras. Eu, por exemplo, adoro a Bahia, o axé, a música. Sempre que posso, visito o estado”, contou o profissional.
 
Outro que também fez questão de aproveitar a festa foi Paulo Medina, gestor de operações da Viagens Master, que confirmou a preferência dos mineiros pela Bahia. “Vendemos principalmente Salvador e o Litoral Norte, mas pacotes também são vendidos para outras regiões da Bahia. Na alta estação chegamos a ter 80 embarques diários para a Bahia, enquanto o resto do país fica com cerca de 10”, explicou.
 
Para o diretor de Relações Nacionais da Bahiatursa, Fernando Ferrero, a participação da Bahia no Axé Brasil e a apresentação dos potenciais do Estado para o trade de Minas Gerais são um estímulo à venda da Bahia como destino turístico. “Buscamos mostrar o potencial de todas as zonas da Bahia como um diferencial. Com isso, estimulamos a criação de novos pacotes de viagens para os mais diversos municípios baianos, além de Salvador”.
 
De acordo com pesquisa da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), Minas Gerais ocupa a primeira posição no número de turistas enviados à Bahia pelas demais unidades federativas. Anualmente, 1,2 milhões mineiros visitam o estado.
 

Deixe seu comentário

Redes Sociais


3ª Avenida, Nº 390, 2º andar Plataforma 4 - Ala Norte Centro Administrativo da Bahia - CAB. CEP: 41.745-005 (ver mapa) | Tel: +55 71 3115-6091