Bahiatursa faz balanço positivo do Espicha Verão 24/02/2013

 

Bahiatursa faz balanço positivo do Espicha VerãoCom 40 apresentações musicais, distribuídas em cinco palcos, durante três dias, o Projeto Espicha Verão chegou ao fim com um balanço positivo. De acordo com o secretário do Turismo da Bahia, Domingos Leonelli, o projeto coordenado pela Bahiatursa cumpriu bem o papel de garantir opções de lazer para a permanência dos turistas em Salvador.

“O que vimos foram muitos turistas se divertindo; idosos e jovens de Salvador presentes e um público que antes nunca havia ido ao Pelourinho, visitar esse que é um dos mais belos cartões-postais do mundo”, pontuou o secretário.

A quinta edição do Projeto Espicha Verão foi organizada pela Bahiatursa, em parceria com órgãos da Secretaria da Cultura como o Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac), Centro de Culturas Populares e Identitárias (CPPI), além das polícias Civil e Militar e também a Prefeitura de Salvador. A iniciativa levou diversas atrações ao Pelourinho como orquestras, grupos de chorinho, filarmônicas e artistas plásticos, além de promover um festival gastronômico e uma homenagem a dona Canô, matriarca da Família Veloso.

Os comerciantes do Centro Histórico estimam um crescimento de até 10% nas vendas durante o fim de semana do projeto. Para Clarindo Silva, a iniciativa serviu para oxigenar o Pelourinho, com a presença de boas atrações e do público composto por jovens, famílias e turistas.

Turistas – A turista do Chile, Maria Maldonado (23), estava acompanhada do marido e gostou da programação do Pelourinho. “Deu vontade de voltar no próximo ano”, exclamou.

As irmãs mineiras Claudia e Susana Pires, que vieram no Salvador Bus – ônibus que transportou os turistas dos hotéis da Orla até o Pelô, disseram que o Espicha Verão era uma bela surpresa.

Já ‘dona’ Sônia Silva (62), moradora do bairro do Saboeiro, em Salvador, disse que é preciso dar continuidade ao projeto. Ela defende que atrações com o ritmo da gafieira façam parte da programação fixa do Centro Histórico. “Salvador carece de lugares para quem aprecia uma boa dança e o Pelourinho seria o ambiente ideal”, afirmou.

Polícia garantiu a segurança de baianos e turistas

O clima de tranquilidade foi uma das marcas do Espicha Verão 2013. De acordo com o comandante do 18º Batalhão da PM, tenente-coronel Ancelmo Brandão, foram registradas apenas duas ocorrências em três dias de evento. “Não houve crimes como agressão ou roubo, apenas dois furtos”, disse.

Deixe seu comentário

Última do Twitter

Palácio Rio Branco - Praça Thomé de Souza, S/N, Centro. CEP: 40.020-000 (ver mapa) | Tel: 55 71 3116-6814/6863