Bahia pode receber mais um evento náutico internacional

A Bahia deve ser destino de um novo evento náutico internacional. Trata-se do Oyster World Rally, realizado pela empresa britânica Oyster, fabricante de iates de luxo. Os organizadores do evento, Debbie Johnson e Eddie Scougall, vieram a Salvador para conhecer a Baía de Todos-os-Santos e reuniram-se com técnicos da Secretaria de Turismo (Setur), na terça-feira (20), para discutir um possível apoio ao evento.

Criado para comemorar os 40 anos da Oyster, o rally náutico está previsto para ter início em 6 de janeiro do próximo ano, na Ilha Antígua, no mar do Caribe, e sua duração deve ser de 16 meses. Ao todo, 30 iates, de nove nacionalidades, dentre elas britânica, canadense e alemã, vão percorrer o Caribe, Europa e África, até chegar ao Brasil, para fazer a viagem de volta.

Os representantes da Oyster visitaram o Rio de Janeiro, que já foi confirmado como parada obrigatória da prova, e Salvador.

O diretor-financeiro do Yacht Clube da Bahia, Cristóvam Oliveira, que acompanhou os britânicos na visita à capital baiana, realmente acredita que Salvador será um dos pontos de chegada do rally. “Temos melhor estrutura para receber um evento como esse. Temos a vocação náutica e já recebemos eventos náuticos internacionais”, comentou.

Para o chefe de Gabinete da Setur, João Carlos Oliveira, a inclusão da Bahia em mais um roteiro da navegação internacional vem fortalecer as ações da Secretaria, que está em vias de receber um financiamento de US$ 85 milhões a serem investidos na Baía de Todos-os-Santos (BTS).

“A possível escolha da Bahia como um dos destinos de um evento de grande porte como o Oyster World Rally reforça a imagem e o potencial da Baía de Todos-os-Santos para o mundo inteiro. Isso vem ao encontro da política em vigor, de valorização da zona turística, com o incentivo ao turismo náutico”, analisou João Carlos Oliveira.

O montante de US$ 85 milhões deve ser emprestado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), ainda este ano, para aplicação na melhoria da estrutura náutica da zona turística da BTS e capacitação da mão de obra local para serviços náuticos. As ações integram o Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur Nacional), do Ministério do Turismo.

De acordo com o inglês Eddie Scougall, da empresa Oyster, a possível inclusão da Bahia e de Salvador como uma das paradas do rally deve-se à Baía de Todos-os-Santos e à significativa história do Estado.

“Incluímos a Bahia, em especial Salvador, por conta das belezas naturais e do potencial da Baía de Todos-os-Santos para a navegabilidade, para os esportes náuticos. Já percebemos aqui a hospitalidade do povo e os bons serviços náuticos oferecidos. Um diferencial que pode pesar na nossa escolha também é a interessante história local”, destacou o executivo, que tem a intenção de permanecer com os iatistas no Brasil, durante cinco semanas.

Deixe seu comentário

Redes Sociais


3ª Avenida, Nº 390, 2º andar Plataforma 4 - Ala Norte Centro Administrativo da Bahia - CAB. CEP: 41.745-005 (ver mapa) | Tel: +55 71 3115-6091