Baby do Brasil, Paulinho Boca e Gilmelândia fizeram a festa no Carnaval da Bahia

Baby do Brasil  balançou o circuito Osmar Foto: Agência Fred Pontes

Baby do Brasil balançou o circuito Osmar Foto: Agência Fred Pontes

A segunda-feira de Carnaval teve a força e representatividade dos veteranos Baby do Brasil e Paulinho Boca, além de Gilmelândia, na Barra (Circuito Dodô), e a diversidade de ritmos e atrações no Campo Grande (Circuito Osmar) como Lá Fúria, Trio Respeita as Minas e Hiago Danadinho.  É o folia sem cordas, para todos os públicos, no Carnaval do ‘povo mais criativo do Brasil’ promovido Governo do Estado, por meio da Superintendênciade Fomento ao Turismo (Bahiatursa).

Um dos ícones da musica brasileira, Baby esbanjou sensualidade ao passar com sua banda pelo circuito Barra-Ondina cantando sucessos da atualidade e clássicos do tempo em que integrava os Novos Baianos com Pepeu Gomes, Moraes Moreira e Paulinho Boca. Apresentou repertório do show Baby do Brasil Experience.  O público se jogou ao som de Sem Pecado e Sem Juízo, Cósmica, Telúrica, Brasileirinho, A Menina Dança, Menino do Rio, Todo Dia Era Dia de Índio e outros sucessos.

Em seguida veio Paulinho Boca, com o sugestivo tema Seja o que Você Quiser. Marchinhas, sambas, músicas da axé-music, dentre outras que marcaram o período em que integrou os Novos Baianos, fizeram parte do repertório. Paulinho é uma das presenças marcantes do Carnaval da Bahia, onde se apresenta há mais de 40 anos. Há seis anos, ele criou o Trio do Boca, projeto  responsável pela participação de diversos artistas nacionais e locais no Carnaval da Bahia.

A cantora Gilmelândia encerrou a noite, na Barra. Ela cantou em um “pranchão”, mais perto do público. No circuito Osmar, a La Fúria arrastou milhares de pessoas com o seu Pá Pá Pá, que virou uma marca para animar os foliões assim como o já consagrado grito Oêêê… A banda desfilou repertório do último disco, La Fúria Pra a Família. Diversos foliões de outros blocos curtiram a passagem do grupo, que é considerado uma das maiores revelações do pagode baiano.

A Avenida teve ainda o som ‘de responsa’ do Trio Respeita as Mina, comandado por Larissa Luz, que recebeu Pitty e Karina Buhr como convidadas.  O objetivo é levar para a folia uma mensagem de  união e aliança entre mulheres, baseada na empatia e companheirismo (sororidade), em busca de alcançar um objetivo comum. No caso, exigindo respeito, igualdade e enfrentando a violência contra a mulher. A noite de segunda no Circuito Osmar foi encerrada com o pagodão de Hiago Danadinho.

 

Deixe seu comentário

Redes Sociais

Palácio Rio Branco - Praça Thomé de Souza, S/N, Centro. CEP: 40.020-010 (ver mapa) | Tel: +55 71 3116-6814/6863