Baby do Brasil e Filhos de Jorge arrastam foliões embaixo de chuva na Barra

Baby cantou hits da carreira solo e convidou integrantes do grupo Stomp Foto: Rita Barreto/ Bahiatursa

Baby cantou hits e convidou para o palco integrantes do grupo Stomp  Fotos: Rita Barreto/ Bahiatursa

A cantora Baby do Brasil abriu a apresentação com a canção hebraica Hava Nagila, no circuito Barra-Ondina, e mandou vibrações positivas na noite chuvosa de sábado para domingo, que contou ainda com o ‘ziriguidum’ da banda Filhos de Jorge. Ambas as atrações animaram trios independentes patrocinados pela Bahiatursa no carnaval de Salvador.

A banda revelação do carnaval do ano passado, com a música Ziriguidum, mostrou uma variedade de ritmos, passeando por sucessos de Alceu Valença (Belle de Jour)  ao grupo Cidade Negra (Sombra da Maldade). E se mostrou também bem à vontade com Molinho, sua aposta  para o concorrido título de  música do Carnaval 2014.

A banda Filhos de Jorge mostrou repertório eclético, dentre les Molinho

A banda Filhos de Jorge mostrou repertório eclético. Entre as músicas mais executadas, Molinho

A participação especial de integrantes do grupo britânico Stomp marcou o desfile de Baby. Segundo o baiano Marivaldo dos Santos, um dos integrante do grupo, além de abrir o Carnaval de Salvador, com a Orquestra Sinfônica da Bahia,  e se apresentar no Campo Grande, na sexta-feira, o Stomp participa mais uma vez do Furdunço nesta segunda-feira, na Barra, e na terça faz o carnaval do Nordeste de Amaralina, onde o grupo desenvolve o projeto social Quabales.

Com repertório dominado pelos sucessos de sua carreira solo, pós-Novos Baianos, entre eles Todo Dia Era Dia de Índio e Menino do Rio, Baby desfilou também músicas de louvação a Deus. Como a própria cantora frisou, ela agora trafega da MPB ao gospel. E incluiu até mesmo a canção de celebração hebraica Hava Nagila, cujo significado é alegremo-nos.  “Quando eu era criança ouvia muito esta música”.

A livreira paulista Daniele Helfstein, que mora há seis anos em Salvador, disse que estava ali apenas para ver a saída de Baby do Brasil.“Ela merece todo o respeito por sua trajetória musical e humana muito interessante”.  Paraibanos de Campina Grande, Adriano Almeida Silva e Ricardo Silveira de Araújo estavam se animando para ir atrás do trio. É a primeira vez de Adriano no Carnaval da Bahia, mas ele já sinalizou que vai voltar sempre.

Deixe seu comentário

Redes Sociais

Palácio Rio Branco - Praça Thomé de Souza, S/N, Centro. CEP: 40.020-010 (ver mapa) | Tel: +55 71 3116-6814/6863