Segundo dia da programação de trios sem cordas teve Saulo e Aline Rosa

Programação segue até terça-feira com grandes nomes da música baiana tocando sem cordas

Léo Santana foi uma das  atrações da noite de sexta  Foto: Divulgação/ Agência Fred Pontes

Léo Santana foi uma das atrações da noite de sexta Foto: Divulgação/ Agência Fred Pontes

Duas estreias marcaram a sexta-feira (5) da programação do Carnaval da Bahia. Saulo saiu sem cordas, no circuito Dodô, e Tays Reis, da Vingadora, pela primeira vez cantou no Carnaval. A noite ainda contou com estrelas como Léo Santana e É o Tchan. As atrações fazem parte da programação do Governo do Estado, por meio da Superintendência de Fomento ao Turismo – Bahiatursa.

“O que vimos nas ruas foi um Carnaval em que todos puderam brincar seguindo seus artistas, uma verdadeira festa para todo mundo”, disse o superintendente da Bahiatursa, Diogo Medrado. Quem optou por ir à Barra pôde ver o pôr do sol ao som de Saulo. Um pouco mais tarde, outras atrações seguiram até a madrugada no circuito Dodô: Alinne Rosa, Alexandre Peixe,  Papazzoni. No Centro teve Polimania, com a banda Bandana, Neto LX e já na manhã desta sexta-feira, a banda Selva Branca.

O ponto alto da apresentação de Saulo foi o encontro com Gilberto Gil, homenageado com Toda Menina Baiana e Vamos Fugir. Emocionado, o cantor fez questão de mostrar a tatuagem que carrega com o rosto de Gil no braço direito. No figurino, a valorização da cultura nordestina com a presença da chita, crochês e bordados feitos à mão pelo designer de moda Sandro Lopez na roupa azul de Saulo.

Na sequencia, o É o Tchan levou muita animação ào circuito Barra/Ondina com a canção Bota a Cara no Sol. Irreverentes, os cantores Beto Jamaica e Compadre Washington levaram máscaras em forma de sol que foram distribuídos entre os foliões. Léo Santana, vestido de preto, comandou uma extensa pipoca. Muitos acompanharam o cantor do Rebolation.

Alinne Rosa agradeceu ao Governo da Bahia e à Bahiatursa pela experiência inédita, em carreira-solo, de cantar sem cordas na folia soteropolitana. Durante o percurso,  a musa baiana – com um figurino bem ousado – foi acompanhada por uma multidão que cantou  do início ao fim os grandes hits do Carnaval. Vestido de militar, Alexandre Peixe, um dos compositores de maior destaque da Bahia, seguiu na programação da pipoca proposta pelo Governo do Estado.

Tays Reis, vocalista da Banda Vingadora, se transformou na Vingadora do Poder em sua estreia no Carnaval da Bahia. Empolgada, a cantora comandou os foliões usando figurino em tom dourado e exibindo a boa forma. Cantou A Minha Mãe Deixa, Bota o Coelho na Toca e o seu grande hit, Paredão Metralhadora.

O dia estava quase raiando quando o Papazoni chegou à praça das Gordinhas, no final do circuito Barra/ Ondina, a bordo de um trio oferecido pela Bahiatursa. Precisamos agradecer ao Governo do Estado e à Bahiatursa. Sem eles o Carnaval da pipoca, o Carnaval do povo, não seria possível”, disse Fabinho Lima em cima do trio. Durante o trajeto, a banda agitou o público com muitos sucessos da arrochadeira, entre eles a música de trabalho Toda Mulher.

No centro, a programação começou com o bloco A Gente Faz saúde, seguindo com Polimania com a banda Bandana. Destaque para o trio Pipoca do Gordinho Gostoso Neto LX.  O público se emocionou tocando o melhor da Arrochadeira na madrugada de sexta para sábado.

Para ver a programação completa acesse www.carnaval.bahia.com.br e o Flickr do Governo da Bahia

Deixe seu comentário

Redes Sociais

Palácio Rio Branco - Praça Thomé de Souza, S/N, Centro. CEP: 40.020-010 (ver mapa) | Tel: +55 71 3116-6814/6863